A Tailândia é um país muito seguro para se viajar, mas ainda há algumas pessoas que vêem os turistas como ”presas fáceis” para ganhar um pouco mais. Eu costumo brincar que nós, como brasileiros já estamos acostumados a ficar de olho bem aberto, mas não custa a gente redobrar a atenção, né?!

7 Golpes mais comuns na Tailândia

1- O Golpe do Tuk Tuk

O Famoso golpe do Tuk Tuk, mas que também pode ser aplicado por taxistas. Eu quis exemplificar o Tuk Tuk porque como é algo mais diferente para nós do que o táxi comum, ele acaba sendo o mais ”utilizado”.

O golpe do Tuk Tuk começa geralmente quando um motorista do nada começa a conversar com você, tentando ser simpático, perguntando onde você já conhece ou o que pretende conhecer da cidade. Nisso, ele te sugere alguns lugares para conhecer, e que ele te levaria por um precinho camarada. Você aceita, e ele vai te levar para mil lugares com lojas mais caras e te persuadir para compras nessas lojas, já que ele ganha comissão. A persuasão é tão boa que os lojitas até te prometem que entregam a mercadoria no Brasil, dependendo do tamanho e etc… mas geralmente isso nunca ocorre!

Como evitar

  • Cortar o papo logo no começo;
  • Diga que já tem um roteiro e que vai seguir ele, muito obrigada!

2- Golpe do Templo Fechado

Esse golpe é basicamente o mesmo golpe do Tuk Tuk, e dos taxistas. Do nada, pode aparecer alguém querendo te contar um pouco mais sobre o lugar que você está: você pode estar em um templo, na rua procurando algo no mapa, enfim. Você é simpático e escuta com atenção, até que a pessoa te pergunta para onde você vai após sair dali, e você responde que vai em um determinado templo, por exemplo. O que acontece a seguir é que essa pessoa vai dizer que ”infelizmente hoje, o templo está fechado”, mas que ele pode te ajudar a chegar em outro templo. Você acaba ficando meio perdido e aceita. O que acontece é que quando ele te deixa no lugar prometido, ele te cobra pela ”corrida”.

Como evitar

  • Consulte os dias e horários dos templos e demais lugares que você queira visitar, e tenha sempre a mão.
  • Corte o papo logo no inicio.

3- Golpe da Scooter

Esse golpe geralmente acontece mais na região praiana da Tailândia como Phuket e Pattaya.

Quando o turista resolve alugar uma moto ou um jet-ski, o locador retém o passaporte e uma quantia em dinheiro como garantia caso a moto ou o jet-ski seja devolvido com problemas.  O que pode acontecer é que na hora da devolução, eles podem encontrar ”diversos problemas e defeitos” que não estavam ali antes. E, claro possivelmente você vai acabar deixando esse calção de garantia dado anteriormente para reaver o seu passaporte.

Como evitar

  • Jamais deixe seu passaporte como garantia! Uma coisa é a empresa pegar o seu passaporte para informar seus dados, outra coisa é você deixar seu passaporte retido. NUNCA, JAMAIS aceite deixar seu passaporte em nenhum lugar! Lembra que o seu passaporte é o seu documento de entrada e saída dentro do país visitado e ele deve ser guardado a sete chaves!
  • Nós recomendamos que você alugue sua moto ou carro de empresas confiáveis para não correr nenhum risco! Se você quiser, pode ver todo esse processo de aluguel de meio locomotivo antes mesmo da sua viagem, com a rentcars por exemplo.

4- Golpe das compras

É normal que a gente se confunda um pouco na hora das compras em lugares novos. Primeiro que não somos 100% ambientados com a moeda local, segundo que ainda tem o fator da língua falada, enfim. Isso pode ser uma maneira de alguém acabar se aproveitando dessa situação.

Por exemplo; em muitas lojinhas e conveniências na Ásia você consegue comprar as coisas por um valor muito mais baixo, mas fique atento para ver se o(s) produto(s) escolhido(s) foi passado uma única vez.

Como evitar

  • Olhe a nota fiscal e confira se o(s) produto(s) escolhido(s) foi passado uma única vez.
  • Confira o seu troco, inclusive as moedinhas
  • Confira também o(s) produto(s) comprado

5- Preço de Turista

Eu não diria que isso é um golpe, mas sim uma prática adotada em muitos países. A pessoa olha e já pensa: ”é turista, tem dinheiro”. Sem nem saber das suas condições de viajante. E, convenhamos por mais que você tenha dinheiro para gastar, é injusto você pagar mais do que o dobro, e em algumas vezes até 3 vezes mais caro para se ter o mesmo produto, que um morador local não é mesmo? Por isso fique atento!

  • Fique atento as etiquetas dos preços do produto. Claro que se for um local turístico vai ser mais caro.
  • Se não tiver preço, pergunte o preço para o vendedor e se prepare, pois possivelmente será muito maior do que ele vende para os locais.
  • Se estiver disposto: Negocie! A gente sempre faz isso! Nunca aceitamos o preço inicial e negociamos andando até chegarmos em um preço justo.
  • Mas, como saber o preço justo? Dá uma pesquisada nos preços antes de você optar por comprar algo.

6- Ping Pong Show

Eles oferecem muito desse Ping Pong Show principalmente na Kao San Road, em Bangkok. O Ping Pong Show é uma das atrações mais tabus mas ao mesmo tempo curiosas da Tailândia. São mulheres tailandesas que fazem show de pompoarismo.

O foco é em grupos de homens para entrar. O preço gira em torno de 300 bath e tem vários comerciantes na Kao San Road. Mas, para ficar lá dentro você tem que ficar consumindo, e acredite: a cobrança pode ultrapassar 2 mil bath! Fique de olho, pois esse é sem dúvida, um dos maiores golpes em turistas no país.

Como evitar

  • Desconfie de locais de Ping Pong Show com preços baixos demais. O ”barato” pode sair muito caro no final.

7- Golpe do cocô de passarinho

Não vou mentir, eu fiquei meio chocada com esse golpe quando me contaram. O golpe do cocô de passarinho é o seguinte: Uma pessoa discretamente acaba te acertando com um ”gosma” que mais lembra um cocô de passarinho. Você se assusta num primeiro momento, depois tenta limpar e, coincidentemente aparece alguém com um paninho para te ajudar. No meio dessa ”ajuda” a pessoa acaba levando sua carteira, celular, dinheiro, enfim. Tudo o que puder limpar! Fique esperto!

Como evitar

  • Não permita que ninguém tenha contato físico com você. E, desconfie se alguém quiser ter contato físico, inclusive aperto de mão. Pois, na Tailândia culturalmente não há contato físico, nem para cumprimentos.
  • Se quiser saber mais sobre os costumes tailandeses é só dar uma olhadinha aqui.

Atenção!

Se você cair em algum desses golpes mencionados no post, não fique nervoso e nem bata boca com a pessoa. Entre em contato com a polícia turística o mais rápido que conseguir através do telefone 1155. Eles falam inglês.

Não viaje para a Tailândia sem fazer um seguro viagem!

Não esqueça de fazer o seu Seguro Viagem! Eu já precisei, quando minha malas foram extraviadas no Marrocos E ainda bem que eu havia feito! Fazendo o seguro através desse link você consegue ver qual o MELHOR SEGURO e mais BARATO que se encaixa para a sua próxima viagem!

Não deixe de conferir os vídeos da nossa viagem pela Tailândia em nosso canal do YouTube! ?

Veja todos os posts da Tailândia:

Salve essas dicas de ”7 Golpes aplicados em turistas na Tailândia, e como prevenir?” no pinterest!

Comente pelo Facebook

Comentários:

Amanda Saueia

Amanda Saueia

Brasileira. Contadora. Apaixonada pelo novo, livros, fotografia, música e arte. LOUCA por viagens!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: